Contos populares

O Sara foi sempre, através dos tempos, um lugar propício ao enriquecimento da imaginação e daí, a razão pela qual os contos populares e as historias se desenvolveram tanto naquela região. A imaginação fértil dos sarauis faculta-lhes uma tal liberdade de  expressão narrativa que, por vezes, as suas historias relatam um mundo irreal onde os anjos coabitam com o diabo e onde o bem combate o mal.
Acontece que, por vezes, o contador se inspire do seu ambiente animal para escolher os seus heróis (serpente, lobo, gazela…), ou que os seus heróis sejam completamente imaginários inspirados da vida no deserto como Nir-Boukra e Chartate.   

A noite é o momento mais propício para contar histórias às crianças, antes do seu sono, e aos mais crescidos durante as suas reuniões tardias. O narrador emprega toda a sua subtileza e a sua eloquência para contar as suas histórias, a fim de fazer passar, o melhor possível, as suas mensagens e a sua moralidade.

O conto hassani requer do narrador um grande talento de actor e de narrador, permitindo-lhe encarar o publico e transmitir-lhe a mensagem com toda a precisão... Geralmente, o narrador é um individuo de idade avançada  (Chibani) ou velho (Kahala), devido à sua capacidade de.

O conto Chartate é muito conhecido no Sara. Existem varias versões desta história: alguns dizem que Chartate é um nómada, outras comparam-no a um lobo pela sua astúcia  ou a um leão pela sua força. Noutras histórias, Chartate é representado por figuras, meio homem e meio animal, que metem medo ao pequenos e os grandes.

O conto popular na sua formulação como dito popular

O conto popular na sua construção popular diante do " Hafra Lokmi" que é um conto popular, criado pela história popular suas bases tratam de que o cego quando quer " An Ybzika" ele arruma um borraco na terra e depois joga o lixo e enterra depois repete o mesmo buscando outro lugar fora aquele que usou, isso corresponde ao dito do poeta:

Eu lhe digo "Zaidau", escutando eternamente e escive ' Anarau" e lê sedo  Bakrau"

Outro dito popular " ofusca o lobo diante do descuido das ovelhas" quer dizer que o Lobo expõe frente ao pastor das ovelhas embora as belezas deste dito popular, ele é ligado ao povo de modo imaginário tendo sido conhecidos pelos contos " Dieb e Kunfud" quando um avisa outro que o pastor das ovelhas está ai, o lobo se rebela contra isso depois de aceitação e da indiferença volta atrás, isso tem um significado  embutido o que torna a coisa mais famosa e popular. 

 

 


    
Copyright 2006-2019 © CORCAS